terça-feira, 9 de novembro de 2010

Tudo o que você precisa saber sobre a insônia

Vejas as causas da doença que castiga milhares de brasileiros

Quem nunca passou uma noite em claro tentando dormir porque o sono desapareceu? Embora muito comum, a insônia é considerada um distúrbio do sono que pode acarretar doenças graves se não tratada a tempo.
O que é insônia?
É a dificuldade de dormir ou de permanecer dormindo durante a noite. Pode significar ter um sono breve com impossibilidade de voltar a dormir, dormir poucas horas(sono breve) ou acordar muito cedo pela manhã, porém o termo insônia não é definido pelo número de horas dormidas, pois as pessoas diferem em suas necessidades de sono. A insônia pode ser classificada como crônica (permanente), transitória/transiente (curto-prazo), intermitente (vem e vai). Insônia que dura desde uma noite até algumas semanas é classificada como transiente. Caso os episódios de insônia transiente ocorram de tempos em tempos, classifica-se como intermitente. A insônia é considerada crônica se ocorre na maioria das noites e dura mais de um mês.

O que causa insônia?
É um problema sério?Muitas coisas podem causar insônia, como estresse, muita cafeína, depressão, ansiedade, mudança de hábitos e dores. A insônia não é considerada um problema sério de saúde, mas pode causar conseqüências importantes ao passo que pode desencadear cansaço, depressão, dificuldade de concentração, falta de energia, irritabilidade e sonolência durante o dia.

Quantas horas de sono são realmente necessárias?
A maioria dos adultos necessita de cerca de 6-8 horas de sono durante cada noite, mas considera-se normal que o indivíduo durma menos de 6 horas caso não se sinta cansado pela manhã (ou seja, esteja obtendo um sono dito restaurador). O padrão de sono pode variar bastante no decorrer da vida, porém as pessoas com mais idade tendem a dormir menos horas durante a noite, mas tiram cochilos no decorrer do dia com maior freqüência.

O que o meu médico pode fazer para descobrir por que eu não tenho dormido bem?
O seu médico irá fazer perguntas a você ou ao seu parceiro sobre os seus hábitos de sono. Conte a seu médico os remédios que tem tomado a quantidade de cafeína e álcool que ingere, se fuma e faz atividade física, se tem o hábito de roncar e se tem passado por momentos particularmente difíceis ou estressantes. Se a causa da insônia não for evidente, seu médico poderá pedir para você fazer um diário do seu sono, para ajudá-lo a entender melhor as possíveis causas de sua insônia.


Como se trata a insônia?
Depois de identificado e tratado o problema causador da insônia, em geral ela melhora. Em muitos casos apenas a higiene do sono pode ser a chave para o sucesso do tratamento.Pode ser também necessário mudar hábitos alimentares, alterar ou suspender certas medicações e evitar cochilos durante o dia. Estresse, cafeína, depressão, ansiedade, mudança de hábitos e dores podem causar insônia.

O que eu posso fazer para dormir melhor?
-Vá para a cama e acorde sempre nos mesmos horários, todos os dias (mesmo nos finais de semana). Isso ajudará a treinar o seu corpo a dormir melhor à noite. Adquira uma rotina antes do sono, como por exemplo, tomar um banho morno e ler durante 10 minutos. Em pouco tempo esta rotina o ajudará a pegar no sono.
-Use o quarto apenas para dormir e fazer sexo. Não faça o hábito de comer, falar ao telefone e ver televisão enquanto estiver em sua cama.
- Mantenha o quarto escuro e silencioso na hora de dormir. Se o barulho for um problema, tente usar um ventilador ou ar-condicionado para mascarar o som ou até mesmo usar um tapa-ouvido. Se houver necessidade de dormir durante o dia, use uma máscara nos olhos.
-Se você continuar acordada após 30 minutos em sua cama levante-se e vá para outro ambiente da casa. Sente-se quietamente por cerca de 20 minutos, e volte a sua cama. Faça isso quantas vezes forem necessárias até conseguir cair no sono.
- Evite ou reduza a quantidade de cafeína (café, chás, refrigerantes e chocolate), remédios para resfriado, álcool e fumo.
- Exercite-se com mais freqüência (mas não menos que 3 horas antes de dormir).
-Aprenda técnicas para reduzir o estresse do seu dia-a-dia (ioga, meditação).

Remédios para dormir podem ajudar?

Remédios para dormir podem ajudar algumas pessoas, mas não é uma "cura”, devem ser usados apenas por alguns dias e o seu uso prolongado pode fazer a insônia retornar. O uso de remédios para dormir pode ser perigoso para pessoas com certos problemas no coração e particularmente para idosos. Fale com o seu médico antes de tomar qualquer remédio para ajudá-lo a dormir.

Obs: Não tenho o crédito dessa matéria. Recebi do grupo Cuide Bem

2 comentários:

  1. otimo artigo Ana Paula, muito bom para quem tem esse problema, eu por enquanto nao,as minhas 8 horas sao sagradas......bjos....mar

    ResponderExcluir
  2. Mar, as vezes sofro de insônia.Conheço algumas pessoas que só conseguem dormir com remédio. Situação bem preocupante pois normalmente são de tarja preta e causam dependência.
    Obrigada por postar no meu blog.
    bjosss

    ResponderExcluir